Horários de Missas

Terça à Sexta, às 18h.
Sábado, às 16h.
Domingo, às 8h30,11h e 19h.

Blog do crisma › 06/06/2012

O Espírito Santo em Abundância

Ensina-nos Santo Agostinho: Sem o Espírito Santo nós não podemos nem amar a Cristo nem observar seus mandamentos, e tanto menos poderemos fazer isso quanto menos tivermos o Espírito Santo e, ao contrário, tanto mais poderemos fazer isso quanto mais o tivermos em abundância (Comentário ao Evangelho de João, n. 4,2).

Pode-se, portanto, possuir o Espírito Santo de modo mais ou menos abundante1.

A Igreja Católica nos proporciona muitos meios para crescermos em sabedoria e graça, um dos quais é o sacramento da Confirmação no qual recebemos o Espírito Santo, o dom de Deus.

O Espírito Santo, princípio de um novo conhecimento de Deus, nos ensina todas as coisas até mesmo as profundezas de Deus e as coisas que os olhos não vêem (cf. I Cor 2,10-16). Ele também nos faz lembrar de tudo o que Deus nos transmite através das Escrituras. Mais importante ainda, o Espírito Santo infunde nos nossos corações o Amor, e nos dá a Caridade2.

Embora o Espírito Santo nos tenha sido derramado desde que recebemos o nosso Batismo, é só no Sacramento da Confirmação que O recebemos em plenitude. No crescimento de uma árvore frutífera surge, primeiramente, a raiz, depois o caule, os galhos, as folhas e, por último, os frutos. Analogamente, a ação do Espírito Santo pelo nosso Batismo corresponde a uma fase ainda infantil, em que a planta cresce e se fortalece, até formar completamente toda a sua estrutura. Já a ação do Espírito Santo na Confirmação reflete melhor uma fase já adulta, quando a árvore, completamente desenvolvida, deve passar a produzir os seus próprios frutos.

Assim, fortalecido pelo Espírito Santo através da graça recebida plenamente no Sacramento da Confirmação, o fiel, de sua fé infantil, evolui gradativamente para uma outra, madura e adulta.

Nós, pais, somos responsáveis diretos pela educação religiosa de nossos filhos. Incentivemos os nossos jovens à busca de uma riqueza maior, que é a comunhão com Deus pela força do Espírito Santo. Se até mesmo o Filho de Deus, enquanto homem, crescia em graça (cf. Lc 2,52), por que não proporcionarmos esse mesmo crescimento também aos nossos filhos?

 1 R. Cantalamessa Pode-se possuir o Espírito Santo com maior ou menor abundância in Mario Poli Dia a dia com Espírito Santo

2 R. Cantalamessa O Espírito, princípio interior de vida nova in Mario Poli Dia a dia com Espírito Santo