Horários de Missas

Terça à Sexta, às 18h.
Sábado, às 16h.
Domingo, às 8h30,11h e 19h.

Blog do crisma › 05/04/2012

O Cristo Ressuscitado em meio a nós

Muitos dos pensamentos de Dom Helder Câmara nos ajudam a identificar em meio a nós a presença do Cristo Ressuscitado: “Mais que comum dos dias, olhei o mais que pude os rostos dos pobres, gastos pela fome, esmagados pelas humilhações, e neles descobri teu rosto, Cristo Ressuscitado!”

Ao olharmos de modo fraterno para os nossos irmãos fracos e oprimidos, a nossa responsabilidade pela guarda deles nos impele a trabalhar com urgência pelo resgate da sua dignidade humana. Isto exige de nós paciência, dedicação, perdão e, muitas vezes, renúncia e provação. Nesses momentos, Dom Helder nos aconselha: “As pessoas te pesam? Não as carregue nos ombros. Leva-as no coração.”

Empenhando-nos em restituir a dignidade aos nossos irmãos, não podemos nos conformar em apenas lhes dar assistência material. É preciso que essa assistência seja acompanhada da difusão da cidadania e da justiça, do incentivo a novas ideias, do aclaramento dos pensamentos, da denúncia dos mecanismos de opressão e da colaboração no fomento à cultura e à educação: “Uma maneira de ajudar os outros é provar-lhes que eles são capazes de pensar”. “Se der pão aos pobres, todos me chamam de santo. Se mostrar por que os pobres não têm pão, me chamam de comunista e subversivo”.

Abrir os olhos aos cegos, libertar os cativos, curar os doentes são sinais do Cristo Ressuscitado, que vence a morte e promove a vida. Fazer ecoar esses sinais através de um forte testemunho de vida faz parte da missão de todo católico.

Queridos crismandos, há entre os católicos de todos os tempos grandes figuras cujas atitudes e pensamentos merecem ser conhecidos e imitados. Dom Helder certamente é uma delas. Existem também muitos santos, em quem podemos nos espelhar, se tivermos conhecimento das suas vidas. Eles são parte da Igreja Católica, assim como vocês, jovens, que estão iniciando a caminhada.

Para desfrutarmos ainda mais as graças da Páscoa, dediquemos uma parte do nosso tempo para nos familiarizarmos com as vidas desses ilustres personagens, dedicadas a Jesus e ao próximo. Podemos começar tentando conhecer melhor quem foi e o que fez o santo da nossa devoção. Santa Páscoa a todos!