Horários de Missas

Terça à Sexta, às 18h.
Sábado, às 16h.
Domingo, às 8h30,11h e 19h.

Notícias da paróquia › 25/11/2016

Ações Sociais da Paróquia

No dia 02/09, doze paroquianos se reuniram pela primeira vez, juntamente com o Padre Edson, para falar das ações sociais feitas pela nossa comunidade paroquial. Conhecemos as ações já em andamento e falamos de novas ideias. Decidimos iniciar um trabalho a partir das instituições assistidas atualmente, a fim conhecer melhor o trabalho que fazem e conhecer o real benefício que proporcionam para, a partir daí, pensarmos em otimizar o que já é feito e/ou implementar novas ações.

Começamos a olhar para locais que já ajudamos através das doações mensais do “final de semana do Quilo” e as sacolinhas de Natal da campanha “Faça uma Criança Feliz”. Programamos conhecer 2 instituições beneficiadas: o Centro de Convivência São Vicente de Paulo (no centro de SP), administrado pela Irmã Rosina, e a Creche Comunitária Tia Ione (na cidade de Itaquaquecetuba), administrada por Lucimar Fortunato.

            visita-a-creche-em-itaquaquecetuba-11ª Visita: ao Centro de Convivência São Vicente de Paulo, ocorrida no dia 24/9. A casa atende diariamente 350 Moradores de Rua com mais de 57 anos, sendo 80% homens. Todos possuem cadastro e há um controle de comparecimento. São preparadas 350 refeições/dia (café da manhã, almoço ou jantar). O local, que não é muito grande, acolhe para as refeições e oferece chuveiro, corte de cabelo, sala de informática e, o que é muito importante, a socialização com outras pessoas. Há 2 médicos que atendem semanalmente, e um deles é nossa paroquiana, que é ginecologista e voluntária no Centro há 13 anos. Um fato que nos encheu de alegria é saber que grande parte dos alimentos não perecíveis advém da Carreata da Solidariedade, realizada em Moema e apoiada pela Paróquia. A Ir. Rosina, que já ultrapassou os 90 anos, mas tem uma energia de causar inveja, falou com entusiasmo do projeto, e de como a ajuda da Paróquia é imprescindível para o seu funcionamento, além de sua gratidão a todos os amigos daqui.

            2ª Visita: à Creche Tia Ione, que aconteceu em 02/10. A compra do terreno e a construção só ocorreram porque houve a ajuda de vários paroquianos da N. Sra. da Esperança. São atendidas cerca de 60 crianças em período integral, com atividades pedagógicas, educacionais, lúdicas e de socialização e cidadania. Há uma fila de espera por vagas nesta Creche, que faz um trabalho de muito valor para o entorno. A Creche tem convênio com a prefeitura de Itaquaquecetuba, recebendo um aporte financeiro mensal, que cobre apenas parte das despesas. Por isso, conta com doações (de trabalho, financeira e de itens), promove ações (bazar, rifa, etc.) e tem um grupo de voluntários que se disponibilizam diariamente. Parte da administração da Creche é feita por duas jovens adotadas há alguns anos pela Lucimar; certamente elas são resultado do legado deste trabalho valioso que a Lucimar desempenha há anos na região.

            visita-a-creche-em-itaquaquecetuba-2Em ambas as instituições, ficamos muito inspirados com o que vimos, e acreditamos que podemos, individualmente e como comunidade paroquial da Esperança, fazer bem mais do que fazemos, e de várias formas. Vimos instituições organizadas e com administrações competentes, e com um foco único em servir: Isto certamente nos mostrou que estamos no caminho certo! Com tais visitas, entendemos que o foco do grupo formado na paróquia deve ser viabilizar ações que promovam maior independência das instituições, levando-as à autonomia. Passo a passo, avaliaremos formas de otimizar as ações sociais atuais e conheceremos outras instituições assistidas pela Paróquia N. Sra. Esperança.

Uma necessidade comum nas instituições é de materiais de limpeza e higiene. Por isso, faremos alguns ajustes no “final de semana do Quilo”, a fim de atender tais necessidades. Acompanharemos de perto, sempre com um olhar para a sustentabilidade e a independência das instituições. Se você tiver interesse em se juntar a este grupo que está refletindo sobre as “ações sociais da Esperança”, procure a Secretaria ou algum dos paroquianos que já estão no Grupo: Aloysio, Antônio, Camila, Carolina, Cristina, José, Daniel, Djane, Jorge, Hedilene, Maria Aparecida (Ceci), Maria Cecília, Regiane, Milton e Talita.